PrEP em jovens: novas perspectivas e desafios

Demetre Daskalakis, Coordenador adjunto de Prevenção e Controle de HIV/Aids do Departamento de Saúde e Higiene Mental de New York (EUA), fala sobre as novas perspectivas e desafios da implementação de PrEP e sua importância principalmente para os jovens.

Leia a íntegra da entrevista: “A PrEP é uma parte muito importante da estratégia da Prevenção Combinada, juntamente com o aumento do tratamento, na perspectiva de se ter pessoas virologicamente suprimidas. A PrEP representa uma oportunidade real de fornecer redução de danos para pessoas que não podem usar a camisinha 100% do tempo. Penso que o desafio no Brasil e em muitos países, incluindo os EUA e Nova Iorque, é identificar os candidatos certos para a PrEP. Há quem procure a PrEP espontaneamente, mas o desafio é identificar os adolescentes, as pessoas de comunidades insuficientemente atendidas pelo sistema de saúde; é alcançar essas pessoas e dizer a elas que a PrEP também é uma opção para prevenir o HIV. A PrEP não existe isoladamente, não se trata apenas de dizer: ‘tome este comprimido todos os dias e você não vai pegar HIV’. Tomar a PrEP significa, para essas populações, estar inseridas no cuidado em saúde como nunca estiveram antes. Os jovens não estão acostumados a ir ao serviço a cada três ou seis meses para fazer o teste de HIV e receber uma prescrição. As pessoas que têm medo do serviço de saúde têm medo de chegar até à porta. Então, o que precisamos – e que é o desafio de todos em relação à PrEP na Prevenção Combinada – é transformar algo extremamente médico em algo muito simples e acessível às populações que necessitam. Portanto, a Prevenção Combinada não significa apenas o remédio, e sim serviços de saúde sexual, redução de danos, reconhecer a importância do abuso de drogas e álcool na epidemia. É realmente considerar Prevenção Combinada um pacote, como o maravilhoso trabalho que está sendo feito no Brasil. E a PrEP é apenas uma parte disso, mas uma parte que pode potencialmente reduzir a incidência da infecção pelo HIV, quando percebemos que não se trata apenas de um comprimido, mas de envolvimento no cuidado e na prevenção”.

https://www.facebook.com/ISTAidsHV

Video # views: 
107
Vídeo duração: 
PT2M14S
Video Share URL: 
https://www.youtube.com/v/aOZqRyftcPM
Tags do vídeo: