Viva Melhor Sabendo

O Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, desenvolveu uma iniciativa inédita no Brasil em 2014, a estratégia “Viva Melhor Sabendo” (VMS), que objetiva a ampliação da testagem do HIV mediante a tecnologia da testagem rápida por fluido oral para populações-chave, em parceria com Organizações da Sociedade Civil (OSC).

O Viva Melhor Sabendo é um marco na mudança de rumo da resposta brasileira ao HIV, visto que a testagem é realizada de forma oportuna, voluntária, sigilosa e gratuita nos espaços de sociabilidade das populações-chave, associando prevenção, oferta de testagem e aconselhamento, diagnóstico precoce, vinculação ao serviço e tratamento oportuno. A estratégia está fortemente relacionada ao engajamento comunitário e ao desenvolvimento de ações protagonizadas pelas próprias populações-chave, por meio de ações extramuros. Esse aspecto possibilita o alcance desses segmentos populacionais em locais e horários alternativos e fora das estruturas dos serviços de saúde, considerando que a população alcançada pelo projeto tem seu direito à saúde historicamente violado pelo estigma e preconceito.

Outro ponto importante da estratégia é a metodologia da educação entre pares, em que as pessoas que executam os projetos se capacitam, conduzem as atividades e oferecem informações sobre prevenção, de forma mais adequada e com uma linguagem mais assertiva, considerando os diferentes contextos de vulnerabilidade que são contemplados pelo projeto.

SIMAVpro

Acesse aqui o SIMAVpro, um sistema desenvolvido para acompanhar, em tempo real, as ações dos projetos realizados em parceria com organizações não governamentais. O preenchimento adequado dos campos do Formulário de Registro e a digitação correta dos dados no sistema são fundamentais para o monitoramento e avaliação desse projeto.

Monitoramento do Projeto Viva Melhor Sabendo

O painel de monitoramento do Viva Melhor Sabendo (VMS) foi elaborado com o intuito de divulgar informações e monitorar a realização das ações dentro da estratégia.

Os dados serão atualizados quadrimestralmente e podem ser filtrados por Unidade Federada (UF) participantes do VMS no edital 2018/2019.

Como explorar o painel:

Navegue pelas páginas clicando nos botões:

 Dados gerais: faixa etária, raça/cor, escolaridade, uso de preservativo, proporção de reagentes para HIV e proporção de pessoas nunca antes testada

 Populações testadas: proporção de gestantes, trabalhadores(as) do sexo, pessoas provadas de liberdade, pessoas em situação de rua, pessoas que afirmaram uso de álcool e outras drogas

 Dados por população: dados sociodemográficos e comportamentais filtrados dentro de cada população.

Ações de base comunitária: Número de ações realizadas por UF, em cada um dos eixos:

              - Ações de prevenção e encaminhamentos aos serviços de saúde do SUS

- Ações de educação e informação

- Ações de redução de danos

- Ações de comunicação para produção de materiais gráficos e de audiovisual

Para melhor visualização do painel, clique no botão expandir  

Se o acesso for realizado pelo celular, coloque o aparelho na horizontal.