Preservativo

Por que usar a camisinha?

A camisinha é o método mais eficaz para se prevenir contra muitas doenças sexualmente transmissíveis, como a aids, alguns tipos de hepatites e a sífilis, por exemplo. Além disso, evita uma gravidez não planejada. Por isso, use camisinha sempre.

Porém, o preservativo não deve ser uma opção somente para quem não se infectou com o HIV. Além de evitar a transmissão de outras doenças, que podem prejudicar ainda mais o sistema imunológico, ele previne contra a reinfecção pelo vírus causador da aids, o que pode agravar ainda mais a saúde da pessoa.

Guardar e manusear a camisinha é muito fácil. Treine antes - assim você não erra na hora. Nas preliminares, colocar a camisinha no(a) parceiro(a) pode se tornar um momento prazeroso. Só é preciso seguir o modo correto de uso. Mas atenção: nunca use duas camisinhas ao mesmo tempo. Aí sim, ela pode se romper ou estourar.

Preservativo feminino

O preservativo feminino também serve para se prevenir contra a aids, hepatites virais e outras IST. E, assim como a opção masculina, também evita uma gravidez não desejada.

Ao mesmo tempo, o preservativo feminino está ligado diretamente a sexualidade das mulheres, pois é no seu corpo que ele é colocado. Portanto, é preciso fortalecer este insumo como uma maneira de incentivar o conhecimento do corpo e da autonomia das mulheres. Investir em fazer sexo com proteção e com prazer é um caminho a ser percorrido para popularizar o PF.

O preservativo feminino é confortável, é resistente, não aperta o pênis, independentemente de sua dimensão, é antialérgico (pessoas com resistência ao látex podem usar tranquilamente), pode ser colocado algumas horas antes da relação sexual, não necessita aguardar a ereção do pênis e por ser bem lubrificado proporciona às mulheres com insuficiência de lubrificação, maior conforto e prazer durante a relação sexual. Além disso, algumas mulheres afirmam que sua utilização é mais prazerosa quando comparado com o preservativo masculino, por ter um anel flexível que massageia levemente o clitóris. Também importante observar que o sexo oral poderá ser realizado com o uso do PF, pois recobre a região dos lábios vaginais.

O preservativo feminino é bem maior que o masculino, pois envolve todo o colo do útero e os grandes lábios, tem cerca de 15 centímetros de comprimento e oito de diâmetro e possui dois anéis flexíveis. Um é móvel e fica na extremidade fechada, servindo de guia para a colocação do preservativo no fundo da vagina. O segundo, na outra ponta, é aberto e cobre a vulva (parte externa da vagina).

O preservativo feminino NUNCA deve ser usado ao mesmo tempo com o preservativo masculino, sempre deve ser usado um único preservativo por vez.

Atualmente existem no mercado vários modelos de preservativos femininos com materiais diversos. O Ministério da Saúde tem adquirido nos últimos anos o de borracha nitrílica.

    Uso correto:

    O anel móvel deve ser apertado e introduzido na vagina. Com o dedo indicador, empurre-o o mais profundamente possível para alcançar o colo do útero; a argola fixa (externa) deve ficar aproximadamente 3 cm para fora da vagina; durante a penetração, o pênis deve ser guiado para o centro do anel externo.

    Com o vaivém do pênis, é normal que o preservativo se movimente. Se o anel externo estiver sendo puxado para dentro, é necessário segurá-lo ou colocar mais lubrificante.

    Uma vez terminada a relação sexual, ela deve ser retirada, apertando-se o anel externo. É preciso torcer a extremidade externa da bolsa para garantir a manutenção do esperma no seu interior. Depois, basta puxar o preservativo para fora delicadamente. E a cada nova relação deve-se usar um novo preservativo.

    Cuidados com o preservativo feminino:

    • Armazená-lo afastado do calor, observando a integridade da embalagem e o prazo de validade;
    • Não usá-lo com o preservativo masculino;
    • Ao retirá-lo após a relação, faça-o de preferência antes de se levantar, para impedir que o esperma escorra do interior do preservativo;
    • O preservativo feminino já vem lubrificado; no entanto, se for preciso, devem ser usados lubrificantes apenas de base oleosa fina na parte interna;
    • Para colocá-lo corretamente, a mulher deve encontrar uma posição confortável (em pé com um dos pés em cima de uma cadeira, sentada com os joelhos afastados, agachada ou deitada).

    Onde pegar os preservativos:

    Os preservativos masculino e feminino são distribuídos gratuitamente em toda a rede pública de saúde. Caso não saiba onde retirá-los, ligue para o Disque Saúde (136). Quando for pegar os preservativos, lembre-se de que isso é um direito seu. Não devem ser impostas quaisquer barreiras ao acesso a esse insumo, nem devem ser estabelecidas cotas ou quantidade máxima. Retire quantos preservativos masculinos ou femininos você julgar que necessite.