COOPERAÇÃO

Suriname recebe do Ministério da Saúde última remessa de preservativos e kits de testes rápidos

Foram entregues 230 mil camisinhas e 5 mil testes por fluido oral; no total, o Brasil doou 400 mil preservativos e 10 mil testes

05.02.2019 - 11:15
11.03.2019 - 10:53

[node:title]O Ministério da Saúde entregou ao Suriname, no final de janeiro, 230 mil preservativos e 5 mil kits de testes rápidos para o HIV por fluido oral. Os insumos foram entregues pelo Embaixador do Brasil no Suriname, Laudemar Aguiar, ao Ministro da Saúde do Suriname, Antoine Elias. Essa é a segunda remessa de insumos doados àquele país e a última atividade do projeto de cooperação técnica “Fortalecimento da Resposta ao HIV/Aids entre Populações-Chave no Suriname”, realizado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC). No total, foram entregues 400 mil preservativos e 10 mil testes.

O objetivo do projeto, cuja primeira remessa de doações ocorreu em dezembro de 2017, é o de fortalecer a resposta ao HIV no Suriname, priorizando duas populações-chave da epidemia naquele país: profissionais do sexo e mineiros.

Na avaliação final do projeto, em novembro de 2018, técnicos dos ministérios da saúde dos dois países constataram que a cooperação contribuiu para o aperfeiçoamento do trabalho cotidiano nas áreas de comunicação, testagem rápida ao HIV entre populações-chave e adesão ao tratamento. Ainda de acordo com os técnicos, os conhecimentos repassados pelo Brasil já estão sendo aplicados e multiplicados pelos serviços de saúde do Suriname.

Os preservativos e kits de diagnóstico possibilitarão ao Ministério da Saúde do Suriname incrementar as ações de prevenção e controle da epidemia de HIV, sobretudo das áreas de garimpo.

Histórico – Em dezembro de 2017, duas ações de testagem foram realizadas em Paramaribo, capital do Suriname. Essas ações eram parte da oficina de testes rápidos de HIV de fluido oral sob a abordagem da Prevenção Combinada. O bairro Belenzinho, onde aconteceram os testes, foi escolhido por ser frequentado por imigrantes brasileiros.

Nas oficinas, os técnicos do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV) qualificaram profissionais de saúde e representantes da sociedade civil do Suriname para a abordagem e diagnósticos de profissionais de sexo e mineiros que atuam na região.

Na sequência, aconteceu a primeira remessa de doação de insumos, sendo 174 mil preservativos masculinos e 10 mil testes rápidos de HIV. A ação integrava o Dezembro Vermelho e a entrega aconteceu na Embaixada do Brasil no Suriname.

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV