PLANEJAMENTO

Reunião debate elaboração do PCDT de hanseníase

Primeiro encontro teve participação do Ministério da Saúde, especialistas e entidades médicas

22.06.2020 - 17:57
01.07.2020 - 17:25

O Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde (DCCI/SVS), realizou na terça-feira (9) a Reunião de Escopo do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) de hanseníase, com a participação de representantes do Ministério da Saúde, de especialistas na área, de sociedades médicas, de associações de pacientes e de gestores do SUS.

Essa etapa é a fase inicial da elaboração de um PCDT baseado em evidências científicas, com o objetivo de auxiliar profissionais e gestores de saúde na tomada de decisões referentes às questões que apresentem variabilidade na prática clínica ou nas incertezas científicas quanto à eficácia, segurança, custo-efetividade e aplicabilidade do tratamento. O intuito é otimizar a eficiência do SUS e a qualidade do cuidado às pessoas com hanseníase.

A análise de escopo objetiva responder a dúvidas específicas e pertinentes, referentes à doença ou agravo abordado no referido protocolo, além de contribuir com a organização e planejamento para sua elaboração.

Na abertura da reunião, além do diretor do DCCI, também participou a coordenadora-geral de Vigilância das Doenças em Eliminação, Carmelita Filha. Em seguida, a técnica da Coordenação de Gestão de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (CPCDT/DGITIS/SCTIE), Nicole Mello, apresentou os processos de elaboração de PCDT e de avaliação pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Durante a reunião, foram definidos os aspectos a serem abordados no protocolo, que servirão para a estruturação das perguntas clínicas ou questões de pesquisa que constituem objeto de busca na literatura científica. A discussão sobre o escopo também auxilia na definição da extensão do PCDT e da abrangência das informações a serem contempladas no futuro documento.

Participantes – Coordenação-Geral de Vigilância das Doenças em Eliminação (CGDE/DCCI/SVS); Coordenação de Gestão de Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (CPCDT/DGITIS/SCTIE); Coordenação-Geral de Assistência Farmacêutica e Medicamentos Estratégicos (CGAFME/DAF/SCTIE); Coordenação-Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência (CGSPD/DAET/SAES); Departamento de Saúde da Família (DESF/SAPS); Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan); Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); Academia Brasileira de Neurologia (ABN); Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH); Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI); Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).