Nota Informativa

Pessoas vivendo com HIV são incluídas no grupo prioritário para receber vacina contra a Covid-19

Grupo foi incluido na 2ª edição do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19

28.01.2021 - 16:40
08.03.2021 - 10:35

O Ministério da Saúde incluiu pessoas vivendo com HIV (PVHIV), maiores de 18 anos e com contagem de linfócitos T CD4 £ 350 células/mm3 no grupo prioritário na 2ª edição do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (link do plano https://www.gov.br/saude/pt-br/media/pdf/2021/janeiro/25/planovacinacaocovid_v2_25jan21.pdf ). A decisão foi publicada no dia 23 de janeiro de 2021, por meio de nota informativa.

O objetivo do plano nacional de imunização é priorizar os grupos com maior risco de gravidade da COVID-19 ou maior exposição a doença, dessa forma diminuindo o número de casos graves e óbitos.A inclusão de pessosas vivendo com HIV com CD4 abaixo de 350 de células, tem como objetivo priorizar entre as PVHIV aquelas com imunussopressão. Os linfócitos T –CD4 são células que fazem parte do sistema imunológico e são destruídas quando não há o conrole da infecção.. Quanto menor a quantidade de linfócitos T –CD4, mais imunussoprimido encontra-se o indivíduo e com maior risco de desenvolvimento de doenças e probabilidade de morte. PVHIV com boa adesão ao tratamento antirretroviral e carga viral indetectável apresentam recuperação da parte imunológica e muitas vezes não chegam a níveis de imunossupressão.

Diante da necessidade de facilitar acesso ao imunizante e da diminuição da realização de exames de LT-CD4 durante a pandemia, o Ministério da Saúde informa que, para receber a vacina, a pessoa precisa apresentar o último exame, independente de quando foi realizado. Além disso, a contagem de LT-CD4 não é um fator que possa contraindicar a vacinação com os imunizantes atualmente disponíveis no Brasil. As contraindicações dos imunizantes para PVHIV são as mesmas da população geral.

Para as PVHIV com LT-CD4 > 350 células/mm3 e com os critérios para inclusão na vacinação por outros motivos, como por exemplo, profissionais de saúde ou idade, deve prevalecer o critério da fase prioritária de vacinação.

Link para nota informativa - http://www.aids.gov.br/pt-br/legislacao/nota-informativa-no-32021-dccisvsms

Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV