VACINAÇÃO

Pessoas vivendo com HIV podem tomar vacina tríplice viral

Recomenda-se vacinar as PVHIV que não tenham tomado nenhuma dose anteriormente

 

18.07.2018 - 16:05
27.07.2018 - 14:35

[node:title]De acordo com os Protocolos Clínicos de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) para manejo da infecção pelo HIV em Adultos e o de Crianças e Adolescentes, em conformidade com as recomendações do Programa Nacional de Imunizações (PNI), pessoas vivendo com HIV entre 5 e 49 anos de idade podem e devem se vacinar contra o sarampo (vacina tríplice viral, que também imuniza contra caxumba e rubéola), desde que não tenham sido vacinadas anteriormente. Já as gestantes devem se vacinar após o parto. As mulheres que planejam engravidar precisam se submeter a exame para detectar se estão ou não imunes à doença. As que não estiverem, devem se vacinar antes da gravidez, pelo menos quatro semanas antes de engravidar.

As pessoas vivendo com HIV entre cinco anos e 29 anos terão que tomar duas doses da vacina, enquanto as com idade entre 30 e 49 anos precisarão de apenas uma dose. Nos dois casos, os pacientes não podem apresentar a contagem das células CD4+ – responsáveis pela defesa do organismo -, abaixo de 200 cópias por miligrama de sangue.  Nas crianças expostas ao HIV ou vivendo com HIV, deve ser aplicada uma dose aos 12 meses de vida e outra, aos 15 meses, desde que estejam com CD4 maior que 15%.

O exame de contagem de CD4+ permanece disponível para todas as pessoas vivendo com HIV com indicação de vacina; neste caso, poderá ser utilizado o último exame (independentemente da data), desde que a carga viral atual (menos de seis meses) se mantenha indetectável.

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV