COMEMORAÇÃO

Parceria Brasileira contra tuberculose completa 17 anos

Assembleia extraordinária marcou a data

23.11.2021 - 09:53
01.12.2021 - 09:45

[node:title]No mês de novembro, a Parceria Brasileira contra a tuberculose – Stop TB Brasil completa 17 anos de atuação. Criada em 2004, ela é inspirada na STOP TB Partnership, instituição internacionalmente reconhecida, e tem como meta atual eliminar a tuberculose como problema de saúde pública no mundo. Para marcar a celebração, no último dia 16 foi realizada uma assembleia extraordinária que contou com a participação de diversos parceiros da iniciativa.

A Stop TB Brasil é uma organização com capacidade de mobilizar diversos atores pelo fim da doença, composta por diferentes segmentos como sociedade civil, academia, iniciativa privada, organismos internacionais, coletivos e conselhos profissionais e gestão pública.

A importância da Parceria Brasileira para o enfrentamento à tuberculose no país, bem como o papel estratégico da sociedade civil no controle social foram destacados no início da reunião pela coordenadora substituta da Coordenação-geral de Vigilância das Doenças de Transmissão Respiratória de Condições Crônicas (DCCI/SVS/MS), Patrícia Bartholomay.

O Ministério da Saúde vem trabalhando para o alcance das metas globais pelo fim da tuberculose. Uma das estratégias realizadas pela pasta tem objetivo de fortalecer o engajamento multissetorial - como previsto no Plano Nacional “Brasil livre da TB”.

A comemoração com discursos, apresentações e discussões relacionadas ao enfrentamento da doença no Brasil. Draurio Barreira, coordenador do Programa de Tuberculose de 2008 a 2015 e atualmente representante da área de medicamentos e métodos diagnósticos da Unitaid, também destacou o compromisso político pelo fim da tuberculose no Brasil e a agenda clara de trabalho pelos diferentes segmentos que integram o grupo.

Na sequência, Tiemi Arakawa, técnica da CGDR, apresentou o novo Plano Nacional pelo fim da Tuberculose e trouxe reflexões a respeito de como a Parceria pode se engajar no apoio a cada um dos eixos do Plano. A representante da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), Mônica Kramer, ressaltou a importância das ações de monitoramento por parte da Parceria Brasileira e o estabelecimento de um objetivo comum dos membros na luta contra a doença.

Após debates sobre as atividades para 2022 e a atuação da Parceria junto ao parlamento, houve votação sobre o regimento interno e discussão sobre as comemorações dos 18 anos da organização, em 2022. A Parceria Brasileira é composta por mais de 100 organizações e tem atuado no monitoramento da estratégia nacional de enfrentamento à tuberculose, no apoio aos estados e municípios na resposta à doença, além de atividades de ensino e pesquisa.

Tuberculose

A tuberculose é uma das principais causas de morte por doença infecciosa no mundo, com aproximadamente 1,5 milhões de óbitos todos os anos. No Brasil, permanece um importante problema de saúde pública, com mais de 69 mil casos diagnosticados em 2020 e 4,5 mil mortes em 2019.

Apesar de ter cura e do tratamento ser disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde, o Brasil ainda encontra desafios para eliminação da tuberculose. Por esse motivo, o engajamento de toda sociedade é fundamental.

Parceria Brasileira – STOP TB Brasil

Atualmente a Parceria Brasileira Stop TB Brasil participa de um dos projetos da Chamada Pública 1629/2020, promovida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e o DCCI/SVS/MS, para financiamento de iniciativas de engajamento comunitário nas ações de controle das doenças de condições crônicas (API 018/2020 – “Fortalecimento das Ações de Monitoramento e Avaliação da Tuberculose pela Sociedade Civil no Brasil”). A iniciativa é de fundamental importância para fortalecer a participação social nas ações de monitoramento e avaliação da resposta brasileira à TB.

São membros da Parceria Brasileira StopTB Brasil:  Organização Pan-americana de Saúde (OPAS);  Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS); Coordenações estaduais e municipais de tuberculose; Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC); e Organizações não Governamentais (ONG´s) de atuação nacional e regional (incluindo Gestos, Fórum ONG Aids/RS, Rede Paulista de Controle Social da Tuberculose, Federação dos Bandeirantes, CCAP TB Brasil, Aborda, entre outras).

Acesse outras informações da Parceria Brasileira Contra a TB:

www.monitoratb.org/

www.facebook.com/parceriatb

 

Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis

Típo da notícia: Notícias do DCCI