INTERNACIONAL

OMS nomeia médica brasileira para comandar área de medicamentos

Garantir que os remédios cheguem a quem precisa será um dos seus desafios

05.10.2017 - 15:53
19.10.2017 - 16:42

[node:title]A Organização Mundial da saúde (OMS) nomeia a brasileira Dra. Mariângela Batista Galvão Simão como Diretora-Geral Adjunta Assistente para comandar a área de acesso à medicamentos, vacinas e produtos farmacêuticos da entidade. Mariângela tem mestrado em saúde pública pela University of London, Reino Unido. E atua há mais de trinta anos no sistema de saúde pública brasileiro.

Antes de sua nomeação, trabalhou no Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) como diretora de apoio comunitário, justiça social e inclusão. Entre 2006 e 2010, comandou, como diretora, o Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde, a área que hoje leva o nome de Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Neste período, liderou negociações favoráveis em termos de redução de preços dos medicamentos destinados ao tratamento do HIV, conseguindo também o licenciamento compulsório do Efavirenz.

Agora na OMS, a brasileira terá como principal desafio implementar estratégias para garantir que os medicamentos possam chegar a quem precisa, o que é considerado hoje um grande desafio mundial aos sistemas de saúde, principalmente no que se refere aos preços dos remédios destinados à prevenção e tratamento do HIV/Aids, uma luta que a brasileira já conhece bem. Além disso, a sua missão envolve também desenvolver novas vacinas para o vírus Zika e Ebola; e vai comandar também o abastecimento de vacinas para febre amarela.

Assessoria de Comunicação
Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV