CAPACITAÇÃO

MS realiza oficinas para enfrentamento e estruturação da Rede de Laboratório de Hanseníase para estados da Região Sudeste

As oficinas visam melhorar ainda mais a ações desenvolvidas na ponta para o enfrentamento da doença.

29.10.2019 - 17:29
12.11.2019 - 09:30

O Ministério da Saúde realiza, nesta quarta-feira (30) em São Paulo/SP, o início da Oficina Macrorregional Sudeste, que tem como objetivo apoiar estados e municípios quanto ao planejamento das ações estratégicas de enfrentamento da hanseníase, considerando as especificidades epidemiológicas e operacionais de cada localidade. 

Para a coordenadora de Vigilância das Doenças em Eliminação (CGDE), Carmelita Ribeiro, “a oficina tem como proposta apoiar estados e municípios com a elaboração de planos operativos para enfrentamento da hanseníase, visando o avanço da redução da carga da doença no país”.

O evento está será organizado pela CGDE, e ocorrerá no período de 30 de outubro a 01 de novembro de 2019. Com aproximadamente 90 participantes.

A Oficina contará com a presença de integrantes da área técnica da CGDE, representantes das Coordenações do Programa de Hanseníase e da Coordenação da Atenção Básica dos estados localizados na Região Sudeste do País, da Vigilância em Saúde e da Atenção Básica de municípios selecionados, do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), representante do COSEMS/SP, gestores de saúde locais e especialistas sobre a hanseníase, que atuarão como facilitadores da Oficina.

Estruturação da Rede Laboratorial

Outro evento está sendo promovido entre os dias 29 e 30 de outubro, também em São Paulo/SP: a “Oficina de Planejamento para a Estruturação da Rede Laboratorial para Hanseníase na Região Sudeste”. O evento tem como objetivo o fortalecimento e integração da rede laboratorial do SUS com a vigilância da hanseníase no País, voltadas a qualificação do atendimento às pessoas acometidas pela doença.

Organizado pela CGDE e pela Coordenação-Geral de Laboratórios de Saúde Pública (CGLAB/DAEVS/SVS-MS), com apoio do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL), o evento conta com a presença dos Diretores e Técnicos dos Laboratórios Centrais de Saúde Pública dos estados da Região Sudeste do País.