EDITAL

Ministério da Saúde e OPAS/OMS divulgam resultado final de chamamento público para produção de materiais sobre prevenção da sífilis

Foram seis ganhadores entre 51 trabalhados inscritos nas modalidades spot, podcast e reportagem

07.04.2020 - 19:39
05.05.2020 - 15:00

O Ministério da Saúde (MS) e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) anunciaram nesta quarta-feira (7) o resultado final do chamamento público para produção de materiais de comunicação sobre prevenção da sífilis para veiculação em rádios brasileiras. Nessa terceira e última fase, o processo contou com a apuração de um Júri de Formadores de Opinião.

Dos 51 conteúdos recebidos na fase inicial, foram selecionados para a terceira fase 16 finalistas de 15 instituições de ensino. Destes, foram eleitos os seis melhores conteúdos pelo júri de formadores de opinião. O chamamento público teve a participação de 18 estados, 35 municípios e 44 instituições de ensino superior, públicas e privadas, de todas as regiões do país. As peças de comunicação foram apresentadas em três formatos: spot, podcast e reportagem.

Tendo em vista a pandemia de COVID-19, o plano de divulgação dos seis conteúdos vencedores será definido posteriormente. A premiação dos vencedores também ocorrerá em outra data, já que o 12º Congresso de HIV/Aids e o 5º Congresso de Hepatites Virais (1º Congresso de IST), que estavam programados 20 e 23 de julho de 2020, também foram adiados em razão da emergência internacional de saúde pública. Os ganhadores terão suas inscrições e passagens custeadas para esses congressos, que acontecerão em Belém, Pará.

Haverá ampla divulgação dos 16 trabalhos finalistas, com destaque especial aos seis vencedores nas categorias spot, reportagem e podcast, no Laboratório de Boas Práticas da OPAS/OMS, hospedado no Portal de Inovação da Gestão do SUS.

O Ministério da Saúde e a OPAS/OMS agradecem a colaboração dos profissionais de comunicação e saúde que participaram dos processos avaliativos do chamamento público, assim como instituições parceiras: Radio Nacional de Brasília/EBC, Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Conselho Nacional de Saúde (CNS), Associação Brasileira de Rádio e Televisão (ABERT), a Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço), a Rede de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Federais e a Rede da Universidade Aberta do SUS (UMA-SUS).

Confira abaixo o resultado final: