DIAGNÓSTICO

Laboratório registra alta de testes em campanha contra hepatites virais

Durante o Julho Amarelo, clientes receberam orientações sobre prevenção e cuidado com a doença

04.08.2017 - 17:21
08.08.2017 - 11:24

[node:title]Em comemoração ao Julho Amarelo, o Laboratório Sabin ofereceu descontos e planos especiais aos clientes que realizaram os testes de hepatite B e C e se vacinaram contra as hepatites A e B em suas 225 unidades distribuídas em dez estados e no Distrito Federal. Foram distribuídos aos clientes folders e folhetos das campanhas de prevenção às hepatites virais, além de vídeos com informações sobre sintomas da doença e orientações sobre testagem.

“O público tem se mostrado interessado sobre o tema, principalmente sobre as formas de imunização e prevenção da doença”, afirma a gerente de marketing do Sabin, Andrea Pinheiro. Segundo levantamento realizado entre janeiro e julho de 2017, houve aumento de 8% na quantidade de testes realizados a pedido dos clientes. “Quanto às vacinas, não foram identificas oscilações relevantes no número de doses aplicadas contra as hepatites A e B”, disse Andrea Pinheiro.

“O Sabin compreende a importância de realizar ações de conscientização junto a seus clientes e colaboradores, como forma de garantir sua missão de oferecer serviços de saúde com excelência. Além disso, a empresa cumpre seu papel social ao fornecer informações que permitem às pessoas o acesso a conhecimentos que colaboram com sua educação em saúde, permitindo assim que elas tomem decisões mais assertivas no cuidado com seu bem estar”, concluiu a gerente de marketing.

Em 2016, o Ministério da Saúde distribuiu 8,6 milhões de testes de hepatite B e C. Para 2017, a expectativa é que sejam encaminhados aos estados 12 milhões de testes. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que as hepatites virais causaram 1,4 milhões de mortes em 2015, no mundo. A maioria delas está ligada à doença hepática crônica (720 mil mortes por cirrose) e câncer de fígado primário (470 mil) mortes devido à carcinoma hepatocelular). No ano passado, foram registrados no Brasil 2.541 óbitos provocados por hepatites virais, sendo que 79,8% (2.028) mortes relacionadas à hepatite C.
 

Assessoria de Comunicação
Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV