DCCI

HTLV está incluído no PCDT de IST e de transmissão vertical

Dia Nacional de Enfrentamento ao HTLV é comemorado em 23 de março

23.03.2021 - 11:33
23.03.2021 - 11:35

HTLV está incluído no PCDT de IST e de transmissão verticalO Dia Nacional de Enfrentamento ao HTLV, em 23 de março, é comemorado em 2021 com a inclusão de informações atualizadas do vírus T-linfotrópico humano como um dos temas do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Atenção Integral às Pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (PCDT-IST), publicado pelo Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis da Secretaria de Vigilância em Saúde (DCCI-SVS).

O PCDT-IST foi publicado em formato de artigos na Revista de Epidemiologia e Serviços de Saúde, sendo o HTLV um dos temas. As informações estão no artigo Protocolo Brasileiro para Infecções Sexualmente Transmissíveis 2020: infecção pelo vírus linfotrópico de células T humanas (HTLV), assinado em coautoria por Carolina Rosadas (Imperial College London, Reino Unido); Carlos Brites (Universidade Federal da Bahia – UFBA); Denise Arakaki-Sánchez (Secretaria de Vigilância em Saúde – Ministério da Saúde); Jorge Casseb (Universidade de São Paulo – USP); Ricardo Ishak (Universidade Federal do Pará – UFPA).

O artigo completo está disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-9622202100...

O HTLV - A infecção pelo HTLV é um problema de saúde pública mundial e tem no Brasil como um dos países com mais número de indivíduos convivendo com o vírus. O HTLV causa diversas manifestações clínicas, de natureza neoplásica, como a leucemia/linfoma de células T do adulto, e de natureza inflamatória.

O vírus pode ser transmitido por meio de relação sexual desprotegida, compartilhamento de seringas e da mãe para a criança, principalmente durante a amamentação (transmissão vertical).

As pessoas infectadas devem ser acompanhadas no serviço especializado para receber atendimento de suporte psicológico, com atenção especial para o diagnóstico de manifestações clínicas precoces das diversas manifestações associadas à infecção.

No Brasil, a testagem rotineira para HTLV-1/2 em doadores de sangue e de órgãos vem sendo realizada desde 1993 e 2009. Apesar de não haver uma política nacional de triagem para HTLV-1/2 no pré-natal, o exame é feito como rotina em alguns estados do país.

Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis