CELEBRAÇÃO

Dia da Visibilidade Trans

Data é comemorada no dia 29 de janeiro

25.01.2017 - 16:16
16.02.2017 - 09:45

[node:title]Para marcar a data da Visibilidade Trans, celebrada em 29 de janeiro, o Departamento de IST, HIV/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde promove uma nova ação nas redes sociais, com a divulgação de websérie contando a história de seis brasileiros transexuais ou travestis que foram atendidos pelo SUS durante o processo transexualizador.

Também será realizado nesta quarta-feira, 25, em Brasília (no teatro do SESC, 504 sul), um debate que contará com as personagens do filme, gestores da saúde e entidades representativas dessa população, como a Rede Nacional de Pessoas Trans/RedeTrans, a Associação Nacional de Travestis e Transexuais/Antra e o Instituto Brasileiro de Transmasculinidade/Ibrat.

OFERTA NO SUS

  • Recentemente, o Ministério da Saúde ampliou a assistência para essa população, com a habilitação de quatro novos serviços ambulatoriais.
  • Com isso, o Brasil contará com nove centros que ofertam procedimentos como: terapia hormonal; consultas pré e pós-operatório (incluindo acompanhamento psicológico); e a própria cirurgia de redesignação sexual (mudança de sexo).
  • Dos nove centros, cinco oferecem cirurgia de redesignação sexual. É importante destacar que, antes do procedimento cirúrgico, o paciente faz um acompanhamento de dois anos com equipe multidisciplinar na unidade de saúde.
  • Os procedimentos ambulatoriais podem ser realizados a partir de 18 anos, e as cirurgias, a partir de 21 anos.
  • O SUS também realiza a histerectomia (retirada de útero e ovários), mastectomia (retirada das mamas), tireoplastia (cirurgia que permite a mudança no timbre da voz), plástica mamária e inclusão da prótese de silicone e outras cirurgias complementares.

CRESCIMENTO DA ASSISTÊNCIA

  • 32% nos atendimentos ambulatoriais – de 3.388 atendimentos em 2015 para 4.467 em 2016.
  • 48% nas cirurgias de mudança de sexo do masculino para o feminino – de 23 cirurgias em 2015 para 34 em 2016.
  • 187% na terapia hormonal do processo transexualizador – de 52 procedimentos em 2015 para 149 em 2016. 

CARACTERÍSTICAS DA POPULAÇÃO

  • Desde 2008, o SUS oferece cirurgias de redesignação sexual (Portaria nº 457, de agosto de 2008) para a população transexual.  
  • Essa decisão foi anunciada durante a Conferência Nacional LGBT, em agosto de 2008.
  • Essa população tem dificuldade de se adequar à sociedade por não se identificar com o gênero com o qual nasceu. Isso gera transtornos de saúde que vão desde mutilação até suicídio.
  • O uso nome social nos prontuários de saúde por travestis e transexuais também é um direito assegurado pela Carta de Usuários do SUS (Portaria nº 1.820, de 13 de agosto de 2009).

 

ALERTA: a população travesti/trans critica a dificuldade de profissionais de saúde considerarem o nome social nas consultas e atendimentos de urgência/emergência.

 

Estabelecimentos que oferecem Processo Transexualizador


UF

MUNICÍPIO

ESTABELECIMENTO - RAZÃO SOCIAL

MODALIDADE DE HABILITAÇÃO

RS

Porto Alegre

Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ Porto Alegre (RS)

Ambulatorial e Hospital

RJ

Rio de Janeiro

Universidade Estadual do Rio de Janeiro - HUPE Hospital Universitário Pedro Ernesto/ Rio de Janeiro (RJ)

Ambulatorial e Hospital

SP

São Paulo

Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina FMUSP/Fundação Faculdade de Medicina MECMPAS – São Paulo/SP

Ambulatorial e Hospital

GO

Goiânia

Hospital das Clinicas - Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás/ Goiânia (GO)

Ambulatorial e Hospital

PE

Recife

Hospital das Clínicas/Universidade Federal de Pernambuco/Recife/PE

Ambulatorial e Hospital

RJ

Rio de Janeiro

Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE)

Ambulatorial

MG

Uberlândia

Hospital das Clínicas de Uberlândia

Ambulatorial

SP

São Paulo

Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/AIDS

Ambulatorial

PR

Curitiba

Centro de Pesquisa e Atendimento para Travestis e Transexuais (CPATT) do Centro Regional de Especialidades (CRE) Metropolitano

Ambulatorial

 

 

Típo da notícia: Saiu na Imprensa