AVALIAÇÃO

Área de Laboratório apresenta balanço de atividades para comissão de avaliação externa de qualidade

Para 2018, a perspectiva é trabalhar em conjunto com a gestão da qualidade local

13.03.2018 - 08:53
15.03.2018 - 18:58

 

[node:title]Balanço das atividades realizadas em 2017 e o planejamento para as novas avaliações de 2018 estiveram na pauta da reunião da Área de Laboratório do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV) com a comissão assessora do Programa de Avaliação Externa de Qualidade (AEQ), na quarta-feira (7).

Em 2017, a área de Laboratório apresentou o balanço do cronograma previsto e a publicação de artigo científico sobre a AEQ de exames de contagem de linfócitos T CD4+. Já para 2018, a a perspectiva é trabalhar em conjunto com a gestão da qualidade local, com a melhoraria da qualidade nas fases pré e pós-analítica e melhorar o acesso aos painéis de proficiência pelos laboratórios de fronteira.

Participam do programa 93 laboratórios de saúde pública executores de exames de quantificação da carga viral para o HIV, hepatite B e hepatite C e 93 instituições executoras do exame de contagem de linfócitos T CD4+. A AEQ também avalia os serviços contratados de exames de genotipagem do HIV e da hepatite C e tipificação do HLA, além da qualidade de execução dos testes rápidos, distribuídos para mais de 36 mil instalações de cuidados primários.

A Avaliação Externa de Qualidade tem como objetivos identificar os primeiros sinais de fragilidades dos laboratórios da Rede Nacional de Laboratórios e guiar ações corretivas com brevidade. O foco é garantir a qualidade e homogeneidade dos serviços prestados aos usuários do SUS em qualquer parte do território nacional.

Participaram da reunião a coordenadora do Programa AEQ da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Dra. Maria Luiza Bazzo; Dra. Renata Rudolf, da UFSC; Dra. Monica B. Arruda e Dra. Diana Mariani, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Dra Lia Laura Lewis Ximenez de Souza Rodrigues, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ); Dra Milena Karina Colò Brunialti, da Escola Paulista de Medicina/Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp); e técnicos da área de laboratório do DIAHV.

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais
Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV