Quem pode usar a PrEP?

A PrEP não é para todos. Os médicos prescrevem a PrEP para pessoas que tenham maior chance de entrar em contato com o HIV por não usar preservativos nas relações sexuais, principalmente anais. Os públicos prioritários para PrEP são as populações-chave, que concentram a maior número de casos de HIV no país: gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH); pessoas trans; trabalhadores(as) do sexo e parcerias sorodiferentes (quando uma pessoa está infectada pelo HIV e a outra não).

O simples pertencimento a um desses grupos não é suficiente para prescrição da PrEP. A PrEP poderá ser indicada para pessoas pertencentes aos grupos prioritários citados, que realizaram sexo anal ou vaginal sem preservativo nos últimos seis meses e/ou apresentaram episódios frequentes de IST ou uso repetido da PEP.