Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Portal sobre aids, doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais


A- A+

Vacinação de soropositivos

Conteúdo extra: Comentários

Podem receber todas as vacinas do calendário nacional, desde que não apresentem deficiência imunológica importante. Maior imunodepressão está associado a maior risco relacionado a vacinas de agentes vivos.
O soropositivo deverá ser avaliado por um médico antes de tomar qualquer vacina.
É recomendado adiar a vacinação em pacientes sintomáticos ou com imunodeficiência avançada (CD4 < 200 cel/mm³).
Orientações gerais para adultos:
1.    Pneumococo: uma dose para pacientes com CD4 > 200cel/mm³. 
apenas um reforço após cinco anos.
2.    Hepatite B: em todos os pacientes suscetíveis (Anti-HBsAg negativo, anti-HBc negativo) 
3.    Hepatite A: pacientes suscetíveis (anti-HVA negativo) e portadores de hepatopatias crônicas.
4.    Febre amarela: conforme recomendação do calendário vacinal do Ministério da Saúde de acordo com a região.
5.    Difteria e tétano (dT): reforço a cada dez anos.
6.    Influenza: anual.

OBS: qualquer outra vacina deverá ser avaliada individualmente durante o acompanhamento médico.


Referência: Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas Para Manejo Da Infecção Pelo HIV em Adultos. Brasília 2013.  http://www.aids.gov.br/pcdt/protocolo-clinico

 

Orientações para crianças

As crianças menores de um ano, com suspeita de infecção pelo HIV ou com diagnóstico definitivo de infecção pelo HIV devem seguir orientação médica especializada.

 

Tags: , , , , ,