Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Portal sobre aids, doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais


A- A+

Cursos

Curso de Aconselhamento em DST/Aids

Ementa

Em parceria com a UniverSUS e o Datasussão feitas qualificações de profissionais de saúde para realizar um aconselhamento em DST/aids que responda efetivamente às necessidades das pessoas que buscam o serviço de saúde. O curso é voltado para profissionais de nível superior ou técnico que atuam em organizações governamentais e não-governamentais para o controle das DST e HIV/Aids. São quatro módulos e a incrição deve ser realizada por meio do site universus.datasus.gov.br

Cursos Telelab

Ementa

Com a finalidade de certificar, apoiar e preparar, de forma contínua, os profissionais de saúde, de nível superior ou nível técnico, que participam do diagnóstico e do controle das doenças sexualmente transmissíveis e da qualidade do sangue transfundido no Brasil,  ou ser fonte de pesquisa para qualquer outro profissional, os cursos TELELAB favorecem a reflexão crítica, não apenas em relação às técnicas laboratoriais, mas também, em relação à postura e contextos dos profissionais de saúde que atuam nos laboratórios e hemocentros do Brasil. São 10 cursos atualizados disponíveis e o cadastro deve ser relizado no site do telelab.

Capacitação para multiplicadores em teste rápido para HIV e sífilis no âmbito da Rede Cegonha

Ementa
Em parceria com o Departamento da Atenção Básica, Saúde da Mulher e Universidade Federal do Espírito Santo estão sendo realizadas capacitações para multiplicadores que terão como objetivo a implantação dos testes rápidos para HIV e Sífilis nas Unidades Básicas de Saúde no âmbito da Rede Cegonha.

Profissionais que foram capacitados - XLS [285 KB]

Materiais de referência

 

Capacitação para profissionais da Rede IFI de Laboratórios para o Imunoblot Rápido

Ementa
Em parceria com a Fiocruz/Biomanguinhos foram capacitados os 169 laboratórios que compõem a Rede IFI  para o Imunoblot Dual Parth Plataform - IBR DPP, que está sendo fornecida desde dezembro de 2011, como teste confirmatório para o HIV em substituição a Imunofluorescência Indireta - IFI. As capacitações aconteceram no período de julho a outubro de 2011. Os testes podem ser solicitados por meio de planilha mensal encaminhada até o dia 05 de cada mês.

 

Capacitação para profissionais multiplicadores para teste rápido HIV na plataforma DPP (Dual Parth Platform) HIV e sífilis e para teste rápido para hepatite B e C

Ementa
Em parceria com a Fiocruz/Biomanguinhos foram realizadas oito capacitações entre julho e outubro de 2011, visando a implantação da plataforma DPP HIV, do teste rápido para sífilis e dos testes rápidos para as hepatites B e C. Os profissionais que participaram dessa capacitação foram indicados pelas coordenações estaduais de DST/Aids por atuarem como multiplicadores em testagem rápida do HIV em seus estados.

Materiais de referência

Profissionais que foram capacitados - XLS [285 KB]

 

Capacitação na metodologia DTS (Dried Tube Specimens) para Avaliação Externa da Qualidade - AEQ dos testes rápidos para HIV e sífilis

Ementa
Em parceria com o Laboratório de Biologia Molecular e Micobactérias da Universidade de Santa Catarina e a Fundação Alfredo da Mata foram capacitados, nos meses de novembro e dezembro, os CTA e a rede de serviços de saúde indígena, que realizam a testagem rápida do HIV, para a implantação da Avaliação Externa da Qualidade. A metodologia DTS para Avaliação Externa da Qualidade consiste em painéis contendo amostras secas que serão encaminhados aos locais capacitados. Os painéis de AEQ serão enviados três vezes ao ano a partir de março de 2012. 

Esta iniciativa vem em cumprimento a legislação federal da ANVISA nº RDC302/2005, que se refere à garantia da qualidade dos resultados dos testes laboratoriais. Foram capacitados profissionais de saúde indicados pelas coordenações estaduais de DST/Aids e pela SESAI. Foi realizada, ainda, a capacitação desses profissionais para a execução dos testes rápidos DPP HIV e sífilis.

Materiais de referência

 

Curso de Vigilância Epidemiológica das DST de notificação compulsória: sífilis e síndrome do corrimento uretral masculino

Ementa
O curso, com duração de 40 horas, visa apoiar o desenvolvimento de competências necessárias aos trabalhadores da área da saúde que atuam nos diversos espaços e contextos onde ocorre a produção dos serviços, realizando ações de vigilância epidemiológica e ou de assistência das DST.

A primeira unidade é destinada à caracterização das doenças sexualmente transmissíveis de notificação compulsória. Na segunda são discutidas as ações de vigilância epidemiológica; na terceira, como estão ou podem estar organizados os processos de trabalho em vigilância epidemiológica e na quarta unidade será discutida a mediação de aprendizagem.

Situação de oferta

Materiais de referência

Profissionais que foram capacitados

 

Curso de Vigilância Epidemiológica de Hepatites Virais

Ementa
O curso, com duração de 40 horas, visa dar capacitação técnica e operacional aos profissionais envolvidos nas ações de Vigilância Epidemiológica, habilitando-os para a prevenção, a detecção, a investigação, a notificação e o encaminhamento dos casos de hepatites, A, B, C e Delta.

O conteúdo do curso versa sobre informações técnicas para todas as etapas do processo de investigação epidemiológica, com sintonia com as diretrizes técnicas preconizadas e com as atualizações científicas da área, proporcionando aos técnicos uma padronização de abordagem e de procedimento.

Situação de oferta

 

Curso Básico de Vigilância Epidemiológica: sífilis congênita, sífilis em gestantes, infecção pelo HIV em gestantes e crianças expostas

Ementa
O curso, com duração de 32 horas, tem como principais objetivos discutir a importância: da vigilância epidemiológica, da definição de casos das doenças sexualmente transmissíveis e formas de avaliação da qualidade de dados, realizando a consolidação, análise e retroalimentação da informação.

O documento está organizado em três módulos. O primeiro contempla a caracterização das doenças; o segundo, discute os objetivos e significados da vigilância epidemiológica: fonte de dados: definição de casos; notificação, investigação e fluxo de informação; consolidação e análise de dados; o módulo 3 apresenta os mecanismos de transmissão vertical do HIV; ações de prevenção e controle da transmissão vertical; princípios básicos do diagnóstico sorológico e laboratorial da infecção pelo HIV em gestantes e recém-nascidos; objetivos e significados da vigilância epidemiológica; notificação, investigação e fluxo de informação.

Situação de oferta

 

Curso Básico de Vigilância Epidemiológica: HIV e AIDS

Ementa
O curso, com duração de 40 horas e tem como principais objetivos analisar conteúdos e estratégias referentes à Vigilância Epidemiológica da infecção pelo HIV e aids; integrar as ações de investigação epidemiológica como estratégias para o alcance de informações e implementar a consolidação e análise dos dados, gerando informações que possam atuar no planejamento das ações.

O documento está organizado em quatro unidades, com a finalidade de auxiliar o profissional que atua na Vigilância Epidemiológica a repensar o seu trabalho e oferecer instrumentos para sua atuação.

Situação de oferta

 

Treinamento de relacionamento de bases de dados utilizando o RECLINK

Ementa
O treinamento, com duração de 36 horas, visa a capacitar profissionais que trabalham com sistema de informações em relacionamento de banco de dados, utilizando o software reclink.

O conteúdo do treinamento versa sobre informações técnicas para todas as etapas do processo de relacionamento de bases de dados, destacando os seguintes temas: padronização dos campos comuns; criação de blocos lógicos (blocagem) de registros; pareamento: organizam o grau de concordância global entre registros de um mesmo par; definição de limiares: classificação dos pares de registros relacionados em pares verdadeiros, não pares e pares duvidosos; revisão de pares duvidosos: classificação dos mesmos pares como verdadeiros ou não pares.

Situação de oferta

Profissionais que foram capacitados

 

 

Tags: , , , ,