Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

Portal sobre aids, infecções sexualmente transmissíveis e hepatites virais


A- A+

INTERNACIONAL

Diretora do DIAHV participa de encontro sobre eliminação da sífilis congênita

Encontro foi promovido pela Organização Mundial da Saúde e a ONG Fundação Bill e Melinda Gates

Conteúdo extra: Galeria de fotos

A diretora do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais (DIAHV), Adele Benzaken, participa nesta semana – segunda e terça-feira (12 e 13) – do encontro “Revisitando Estratégias para Eliminar a Transmissão da Sífilis Congênita” (Revisiting Strategies to Eliminate Mother-to-Child Transmission of Congenital Syphilis), resultado de uma parceria entre a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a ONG Fundação Bill e Melinda Gates. A reunião está sendo realizada em Genebra, na Suíça.

Os objetivos do encontro incluem revisar esforços para eliminar a transmissão vertical da sífilis em países de baixa e média renda; propor e priorizar iniciativas para acelerar a eliminação da transmissão vertical nesses países; endossar ferramentas para o fortalecimento da triagem de sífilis e programas de tratamento materno em nível nacional; validar mecanismos para a melhoria da vigilância da sífilis materna e congênita; e identificar áreas de pesquisa adicionais para subsidiar os esforços de eliminação da sífilis congênita.

Em sua participação – como parte da seção “Sucessos e desafios nacionais na busca da eliminação de sífilis congênita” (Country Successes and Challenges in Pursuit of Elimination of Congenital Syphilis) – a diretora Adele Benzaken apresentou o tema “Compartilhando Experiências sobre a Eliminação da Sífilis Congênita: desafios a serem superados para alcançar a eliminação em países de alta morbidade” (Sharing Experiences for EMTCT Syphilis: Challenges in achieving EMTCT of syphilis in high morbidity countries). A ideia foi explicar aos participantes por que certos países enfrentam tantas dificuldades para manejar a sífilis congênita.

Entre os possíveis resultados da reunião, espera-se a elaboração de pleitos no âmbito político para assegurar o fornecimento adequado de penicilina benzatina para o tratamento de mulheres e bebês com sífilis e para apoio à triagem da sífilis materna ; a identificação de atividades prioritárias para melhorar o monitoramento e o tratamento de gestantes com sífilis a fim de prevenir a sífilis congênita; e a aprovação de futuras áreas de pesquisa.

Assessoria de Comunicação
Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais

Conheça também a página do DIAHV no Facebook:
https://www.facebook.com/ISTAidsHV

Tags:

Share:

Twitter Facebook