Ministério da Saúde

Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Portal sobre aids, doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais


A- A+

Línguas

SUS repassa aos estados 4 milhões de camisinhas femininas

Conteúdo extra: Galeria de fotos

O Ministério da Saúde distribuiu este ano, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), cerca de quatro milhões de preservativos femininos. Já foram enviados aos estados os três primeiros lotes das 20 milhões de unidades compradas em abril e que serão entregues ao longo de 2012. Esta foi a primeira compra brasileira de preservativos femininos da terceira geração, fabricados com borracha nitrílica, que proporciona mais conforto e aceitabilidade.

A distribuição de camisinhas femininas faz parte da estratégia da política brasileira de ampliar as opções de proteção das mulheres às epidemias de HIV e aids e outras DST.
Prioritariamente, as camisinhas femininas serão distribuídas às populações definidas de acordo com critérios de vulnerabilidade:

  • Mulheres atendidas pelo CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento)
  • Mulheres atendidas pelo sistema prisional;
  • Mulheres com DST (doenças sexualmente transmissíveis);
  • Mulheres vivendo com HIV/aids;
  • Profissionais do sexo feminino;
  • Usuárias de drogas;
  • Mulheres atendidas na Rede Básica da Saúde;

 

“A camisinha feminina é mais uma estratégia de prevenção para enfrentar a resistência cultural que o preservativo para mulheres ainda encontra na sociedade”, observa o diretor-adjunto do Departamento, Eduardo Barbosa. Segundo Eduardo, “a nova tecnologia usada nos preservativos de terceira geração que está sendo distribuída pelo ministério é uma das formas de quebrar muitas barreiras ao uso, pois é mais confortável e menos barulhenta – crítica comum a esse tipo de camisinhas.

 

História – O preservativo feminino chegou ao Brasil em 1997, quando a Anvisa aprovou a comercialização. Desde então o Ministério já adquiriu e distribuiu cerca de 16 milhões de preservativos para as 27 unidades da federação. A nova compra desse insumo é maior do que todas as já feitas pelo ministério.

 

Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas da População Brasileira (PCAP), realizada pelo Departamento em 2008, mostra que cerca de 90% das mulheres sexualmente ativas conhece ou pelo menos já ouviu falar da camisinha feminina. Se em 2005, apenas 4% das mulheres afirmava ter experimentado o insumo, em 2009, esse número subiu para 9%, o que significa um aumento de 100% da disseminação do acesso ao preservativo.

 

Além de adquirir e distribuir os insumos, o Ministério da Saúde orienta Secretarias Estaduais e Municipais para que adotem medidas que facilitem o acesso à camisinha, que pode ser retirada em postos de saúde, hospitais e Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs). As recomendações são a de não exigir prescrição médica e documento de identidade nem presença em palestra ou em qualquer tipo de reunião para pegar camisinha nesses locais.

Preservativo Feminino

Estado/Região

Quantidade

Acre

70.000

Rio Branco

51.500

Amapá

40.000

Macapá

51.500

Amazonas

75.000

Manaus

54.000

Para

75.000

Belém

54.000

Rondônia

75.000

Porto Velho

32.500

Roraima

67.500

Boa Vista

46.500

Tocantins

68.000

Palmas

51.500

Total Norte

 

Alagoas

105.000

Maceió

51.500

Bahia

82.500

Salvador

54.000

Ceará

80.000

Fortaleza

51.500

Maranhão

83.000

São Luiz

84.000

Paraíba

80.000

João Pessoa

39.000

Pernambuco

80.000

Recife

46.500

Piauí

88.000

Teresina

51.500

Rio Grande do Norte

65.000

Natal

48.000

Sergipe

80.000

Aracaju

53.000

Total Nordeste

 

Distrito Federal

82.500

Goiás

72.000

Goiânia

52.000

Mato Grosso

73.000

Cuiabá

63.000

Mato Grosso do Sul

80.000

Campo Grande

52.500

Total Centro Oeste

 

Espírito Santo

77.500

Vitória

80.500

Minas Gerais

75.000

Belo Horizonte

55.000

Rio de Janeiro

80.000

Rio

32.500

São Paulo

400.000

São Paulo Município

170.000

Total Sudeste

 

Paraná

130.000

Curitiba

65.000

Rio Grande do Sul

80.000

Porto Alegre

50.000

Santa Catarina

73.000

Total Sul

 

Total Nacional

3.958.500

 

Tags: