Campanha de Carnaval: Prevenir é tão fácil quanto pegar - 2000

Campanha de Carnaval: Prevenir é tão fácil quanto pegar - 2000
Data da campanha: 
2000

 

A campanha, com grande veiculação na mídia impressa e eletrônica, simulava um depoimento, com alerta para as consequências do não uso do preservativo.

Público-alvo: homens, mulheres e jovens adultos das classes C, D e E, entre 15 e 39 anos. 

Período: 25 de fevereiro a 07 de março.

Meios: TV, rádio, revista, outdoor, cinema.

Televisão: Para todas as redes nacionais abertas (principalmente em programas preferencialmente dirigidos ao público-alvo), foi produzida e transmitida uma programação com volume de 801 GRP domiciliar, sendo 338 GRP no público-alvo, atingindo um total estimado de 50.987.300 pessoas. A distribuição dos investimentos foi baseada na audiência, conforme relatório de novembro/99, emitido pelo Ibope.

Rádio: Participaram as emissoras líderes e mais populares (FM e AM) das principais cidades em que a festa de Carnaval possui maior público.

Revista: Visando atingir formadores de opinião e também públicos mais segmentados, publicou-se anúncio no formato de página dupla impressa em 4 cores, nas principais revistas semanais do país.

Outdoor: Foram exibidos cartazes em 26 cidades, privilegiando todo o litoral do país, em um total de 638 outdoors.

Cinema: Visando atingir o público jovem das classes A e B, foram exibidos filmes nas salas de cinemas dos maiores centros brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

AttachmentSize
Outdoor Carnaval 2000 (GIF, 6.81 KB)6.81 KB